5/19/2016

Mais de R$ 468 milhões serão repassados às Prefeituras na sexta, no segundo FPM do mês

O segundo repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) de maio será de R$ 468.318.593,82, considerando a retenção do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). Sem esse abatimento, o montante a ser partilhado entre as Prefeituras, nesta sexta-feira, 20 de maio, chega a R$ 585.398.242,28 – em valores brutos. De acordo com levantamento da Confederação Nacional de Municípios (CNM), apesar de registrar crescimento, em relação ao mesmo período de 2015, o Fundo ainda apresenta redução de quase 2% no acumulado. 

No segundo decêndio de maio do ano passado foram transferidos quase R$ 509,865 milhões e neste momento o valor soma pouco mais de R$ 585,398 milhões, o que representa crescimento de 14,81%. Isso, em termos nominais, sem considerar os efeitos da inflação. Ao considerá-la, o aumento apresentado no valor real é de 5,84%. 

Entretanto, ao analisar o montante repassado aos Municípios do início do ano para cá, por meio do Fundo constitucional, os cálculos da CNM mostram retração de 1,54%, em termos nominais. Em meados de maio de 2015, o FPM havia transferido R$ 34,529 bilhões e de janeiro deste ano até agora, forma repassados R$ 33,996 bilhões. Para a CNM, isso caracteriza redução na soma nominalmente dos valores efetivamente repassado. 

Impacto
Pelos dados do levantamento da Confederação, em janeiro o Fundo teve impacto negativo de 12,71%; em março nova diminuição no montante foi registrada, de 10,73%; e em abril a retração foi um pouco menor, 1,54%. Todos em comparação com ano de 2015. Ao considerar os números negativos e os efeitos danosos da inflação, o FPM acumulado em 2016 tem redução expressiva de 10,34%, em relação ao mesmo período do ano anterior. 

Mesmo com o resultado positivo obtido este mês, os economistas da CNM indicam que no geral, a situação do FPM é de redução nominal nos repasses. O que é traz preocupação, um vez que representa menos recurso para custear as obrigações cotidianas, principalmente por conta de aumento registrado nos insumos essênciais, consequente da alta inflação e problemas para o fechar as contas neste final de mandato. 

Orientação
Ainda segundo o levantamento da entidade, o repasse do segundo decêndio de maio superou as expectativas divulgadas pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN), projetadas em 15,75%. Mesmo assim, a entidade aconselha cautela por parte dos gestores municipais, uma vez que os próximos meses tradicionalmente apresentam os menores repasses do ano. Com destaque para o mês de julho. A entidade também recomenda que sejam refeitos os planejamentos financeiros, pois terminam os exercícios e é preciso fechar as contas para ser responsabilizado futuramente. (Agência CNM)

5/12/2016

Sem ganhar nenhuma eleição, PMDB emplaca terceiro presidente em 30 anos

Sem vencer nenhuma eleição para Presidência da República em seus 50 anos de história, o PMDB assumirá o cargo pela terceira vez em pouco mais de 30 anos. Com a confirmada ascensão de Michel Temer, o partido passa a ter "100% de aproveitamento" de seus três vices, que chegaram à Presidência.

O primeiro governo federal do PMDB se iniciou em 1985, com José Sarney. Ele assumiu a Presidência por causa da morte de Tancredo Neves, também peemedebista, que venceu a eleição indireta em janeiro daquele ano, mas adoeceu e morreu antes mesmo de tomar posse.

Sarney, porém, não tinha nenhum histórico no PMDB e se filiou em agosto de 1984, deixando o PDS num acordo com setores mais conservadores para poder concorrer como vice de Tancredo.

O segundo presidente peemedebista também se filiou em cima da hora. Itamar Franco assinou ficha em maio de 1992, quando o governo Collor já enfrentava uma grave crise de popularidade. Itamar foi eleito pelo PRN, junto com Collor, mas deixou o partido após uma reforma ministerial feita em abril daquele ano. Em 2 de outubro, assumiu como presidente interino após abertura de processo de impeachment --que viria a ser aprovado em dezembro.

A reportagem do UOL procurou a assessoria de imprensa do PMDB na terça-feira (10) para que comentasse sobre a nova ascensão de um peemedebista ao poder. Foram feitos contato por telefone e por dois e-mails, mas até a publicação da reportagem não houve resposta.

Derrotas nas urnas
O PMDB nasceu como MDB, em 24 de março de 1966, após o Ato Institucional 2, que instalou o bipartidarismo no país. Em 30 de junho de 1981, o partido se transformou em PMDB e é hoje a legenda mais antiga e com maior número de filiados do país: 2,4 milhões de pessoas.

Desde a redemocratização e a retomada das eleições diretas para presidente, o PMDB tentou por duas vezes chegar ao cargo máximo do país, mas as tentativas acabaram marcadas por fiascos. 

Em 1989, o PMDB lançou Ulysses Guimarães ainda sob a égide de ter lutado pelas Diretas Já e liderado a Constituição de 1988. Porém, ficou apenas na 7ª colocação, com 4,6% dos votos válidos. 

Em 1994, foi a vez de Orestes Quércia ser candidato pelo partido, mas recebeu 4,3% dos votos, também longe de chegar ao segundo turno --disputado por Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Em 2002, o PMDB concorreu à chapa majoritária de José Serra (PSDB) com a vice-candidatura de Rita Camata --derrotada em segundo turno por Lula. Em 2010, voltou ao poder com a eleição de Michel Temer como vice de Dilma Rousseff (PT).

"Em mil pedaços"
Segundo o cientista político Michel Zaidan Filho, da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco), uma das explicações para os insucessos do PMDB nas urnas é a falta de um conteúdo ideológico definido.

"Não há nenhuma sinergia entre os setores nacional e regional. Esses chefes políticos não se movem por ideologia. Eles fazem alianças que avalizem os projetos políticos", afirmou.

"E o PMDB também se deu mal por conta da polarização entre Lula e Collor, em 1989; e entre Lula e FHC, em 1994. Não que eles não merecessem, mas não havia espaço para outros nomes."

Zaidan Filho afirma que o partido foi mudando ao longo dos anos e não é hoje nem sombra do que era nos anos 1980. "O PMDB perdeu importância, como o outro partido --o PDS, depois PFL e hoje DEM-- originário da ditadura. Depois da transição para a democracia, ele se tornou elefante branco, sem definição ideológica clara, sem comando. Também deixou de ser de centro-esquerda, tornou-se um partido de oligarquias regionais", disse.

"Apesar da maior capilaridade da história, está repartido em mil pedações. O PMDB não tem dono."

O cientista ainda lembra que Michel Temer será o primeiro peemedebista de carteirinha a assumir a Presidência, já que Sarney e Itamar ingressaram no partido às vésperas de assumir o poder.

"Sarney foi da Arena, da UDN, depois PDS e PFL, ou seja, não tinha ligação com o PMDB. Ele foi fruto de uma aliança do partido com liberais. Já Itamar, apesar de ter integrado o antigo MDB, saiu e não tinha ligação histórica com o PMDB", afirmou.

"Depois que assumiu, ele virou um pedaço do partido, que era o pedaço da oposição. Ele nunca teve unanimidade e, de fato, não tinha a confiança dos grupos."

Fonte: Uol

5/11/2016

Lula quer montar um “governo paralelo” para desestabilizar a gestão de Temer

Lula quer Dilma viajando pelo país, para denunciar o golpe
Fernanda KrakovicsO Globo
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva agora quer que o PT e a presidente Dilma Rousseff montem uma espécie de governo paralelo, com núcleos temáticos, para fiscalizar a gestão de Michel Temer, nos moldes dos que os ingleses chamam de “shadow cabinet”. O plano é aproveitar o conhecimento da máquina pública obtido nestes 14 anos de governo do PT, e a permanência de quadros partidários na estrutura do Estado, para fazer uma “devassa” no governo Temer.
— Vamos responder tudo, tirar os esqueletos do armário, fazer uma devassa nos bancos públicos — disse um petista, após encontro com Lula.
O assunto foi discutido na terça-feira em reunião do ex-presidente com o ministro Jaques Wagner, da Chefia de Gabinete, e com deputados e senadores do PT. Petistas estão preocupados, no entanto, com a falta de “combatividade” de Dilma.
Embora ela venha repetindo em seus discursos que vai resistir até o fim, integrantes do PT afirmam que Dilma não tem demonstrado “entusiasmo em ação”. Lula quer fazer com que ela viaje o país defendendo seu governo, enquanto o Senado estiver julgando o mérito do processo de impeachment.
SEM DESCER A RAMPA
Na terça-feira, Lula agiu para demover Dilma da ideia de descer a rampa do Palácio do Planalto, acompanhada de movimentos sociais, ao ser notificada pelo Senado do afastamento da Presidência da República até o julgamento do mérito, no prazo de 180 dias.
Lula tenta convencer a presidente a fazer um grande ato no Planalto, com a presença de movimentos sociais, mas sem descer a rampa. A preocupação é com a imagem “derrotista”, de que o governo acabou, contrariando a estratégia de manter a militância mobilizada.
DISCURSO DO GOLPE
Dirigentes do PT afirmam que o partido fará uma oposição dura, mas não “incendiária” ao governo Temer. Os petistas pretendem continuar questionando a legitimidade do peemedebista para presidir o país, insistindo no discurso do golpe. Eles apostam que haverá redução de direitos na nova gestão e pretendem centrar aí suas críticas.
— Não tem razão para apostarmos no “quanto pior melhor”, mas não vamos abrir mão da denúncia da ilegalidade (do mandato de Temer) — disse um petista próximo a Lula.
O PT articula a formação de uma frente com partidos de esquerda, como PSOL e PCdoB, além de movimentos sociais, para atuar em conjunto.

5/08/2016

Vida real e desejo por um final feliz


Na vida real, todos nós somos guiados pela esperança de dias melhores, estamos sempre em busca de um final feliz, esperamos sempre por algo mágico que transformará a nossa vida repentinamente e completamente, como se tudo fosse um passe de mágica.

Na vida real é preciso refletir muito sobre esta transformação ou busca, nada acontece sem a ação, nada vem de graça ou se ganha por sorte.

Existe uma grande diferença entre novelas, contos de fadas e vida real. Para encontrar a felicidade é preciso agir, o prêmio por uma coisa bem feita é tê-la feito com amor. Talvez o final feliz seja apenas seguir em frente.

O objetivo é sermos felizes. Só lá chegamos lentamente. Isso exige um trabalho quotidiano.

O que nos torna imediatamente felizes é a alegria do pensamento, pois essa boa qualidade se recompensa logo, por si mesma. 


Reflexão sobre o amor e a vida
Às vezes as pessoas que amamos nos magoam, e nada podemos fazer senão continuar nossa jornada com nosso coração machucado.

Às vezes nos falta esperança. Às vezes o amor nos machuca profundamente, e vamos nos recuperando muito lentamente dessa ferida tão dolorosa.

Às vezes perdemos nossa fé, então descobrimos que precisamos acreditar, tanto quanto precisamos respirar... é nossa razão de existir.

Às vezes estamos sem rumo, mas alguém entra em nossa vida, e se torna o nosso destino.

Às vezes estamos no meio de centenas de pessoas, e a solidão aperta nosso coração pela falta de uma única pessoa.

Às vezes a dor nos faz chorar, nos faz sofrer, nos faz querer parar de viver, até que algo toque nosso coração, algo simples como a beleza de um pôr do sol, a magnitude de uma noite estrelada, a simplicidade de uma brisa batendo em nosso rosto.

É a força da natureza nos chamando para a vida.


Você descobre que as pessoas que pareciam ser sinceras e receberam sua confiança, te traíram sem qualquer piedade.

Você entende que o que para você era amizade, para outros era apenas conveniência, oportunismo.

Você descobre que algumas pessoas nunca disseram eu te amo, e por isso nunca fizeram amor, apenas transaram...

Descobre também que outras disseram eu te amo uma única vez.

E agora temem dizer novamente, e com razão, mas se o seu sentimento for sincero poderá ajudá-las a reconstruir um coração quebrado.

Assim ao conhecer alguém, preste atenção no caminho que essa pessoa percorreu, são fatores importantes: a relação com a família, as condições econômicas nas quais se desenvolveu (dificuldades extremas ou facilidades excessivas formam um caráter), os relacionamentos anteriores e as razões do rompimento, seus sonhos, ideais e objetivos.

Não deixe de acreditar no amor. Mas certifique-se de estar entregando seu coração para alguém que dê valor aos mesmos sentimentos que você dá.

Manifeste suas ideias e planos, para saber se vocês combinam. E certifique-se de que quando estão juntos, aquele abraço vale mais que qualquer palavra.

Esteja aberto a algumas alterações, mas jamais abra mão de tudo, pois se essa pessoa te deixar, então nada irá lhe restar.

Tenha sempre em mente que às vezes tentar salvar um relacionamento, manter um grande amor, pode ter um preço muito alto se esse sentimento não for recíproco.

Pois em algum outro momento essa pessoa irá te deixar e seu sofrimento será ainda mais intenso, do que teria sido no passado.

Pode ser difícil fazer algumas escolhas, mas muitas vezes isso é necessário.

Existe uma diferença muito grande entre conhecer o caminho e percorrê-lo.

A tristeza pode ser intensa, mas jamais será eterna.

A felicidade pode demorar a chegar, mas o importante é que ela venha para ficar e não esteja apenas de passagem...

Só são verdadeiramente felizes aqueles que procuram ser úteis aos outros. 

Abraços e muita paz!

5/05/2016

EX SECRETÁRIO DE JUSCELINO, ABANDONA O BARCO E FECHA APOIO A PRÉ CANDIDATURA DE BENJAMIN DE OLIVEIRA

Juarez e Dr. Benjamin
Açailândia - Como  Já dizia o filósofo Chico do Radio, ex deputado e ex prefeito de Davinópolis, que falava  o seguinte: que na politica até "BOI VUA" 

No início dessa semana, o redador desse blog esteve conversando demoradamente com o ex secretário de agricultura da atual gestão de Juscelino Oliveira, o engenheiro agrônomo Juarez Pessoa, e confesso que fiquei de boca aberta com o que ouvi naquele momento. Eu também, como amigo que sou do prefeito Juscelino, fiquei bastante preocupado principalmente com a forma que Juarez me contou o que aconteceu entre ele e o amigo de longas datas. Segundo o e ex secretário, eles  sempre  foram amigos, já  andaram juntos em várias campanhas, as famílias eram ligadas e os dois mantinham uma grande amizade a há vários anos e que, segundo ele, agora tudo parece que chegou ao fim. 

APOIO AO DR. BENJAMIM
A gota d'água, segundo o mesmo, foi quando o prefeito lhe chamou e disse que precisava da secretaria urgente porque necessitava naquele momento, fazer uma pra negociação com o vereador Fábio Pereira.

Com a voz trêmula, Pessoa não quis declinar o que na verdade o Prefeito disse a ele, quando exigiu sua saída da secretaria, mais me adiantou que o que ouviu foi algo terrível, algo que jamais pensaria em ouvir um dia da boca de até então de seu maior e melhor amigo.

Juarez sempre foi uma pessoa que esteve envolvido com a politica local, participou de várias campanhas, inclusive gastando dinheiro do próprio bolso, somente para ajudar alguns amigos. E, talvez, foi por esse motivo que todos ficaram surpresos quando foi divulgado nas redes sociais um texto e uma foto do ex secretário, ao lado do pré candidato a prefeito Benjamin de Oliveira, após uma reunião fechada que aconteceu na última segunda-feira, quando os dois conversaram e  fecharam um acordo para caminharem juntos nas eleições desse ano.

Uma fonte tucana me falou que, na conversa, a unica coisa que o ex secretário disse quando aceitou apoiar Benjamin, foi: - "Eu nao quero nada de você, não quero cargo, não quero secretaria e nem dinheiro. Quero apenas que você ganhe a eleição e trabalhe por Açailândia." - Finalizou o novo aliado.!














"MONSTRO" Homem é preso acusado de estuprar as 4 filhas

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Regional de Balsas, prendeu em flagrante delito o sr. Francisco Francimar da Silva, 51 anos de idade, brasileiro, residente no povoado Jenipapo, município de Balsas (MA)
Francisco Francimar é suspeito de vários crimes como: cárcere privado para fins libidinosos praticado contra sua filha de 15 anos de idade, a qual contou que sofria constantes abusos sexuais por parte de seu pai, inclusive se encontra grávida de 36 semanas do próprio pai.
O autuado confessou a prática criminosa. O fato chegou ao conhecimento da Polícia após denuncia feita por outra filha do autuado, que também foi vítima de abusos sexuais na cidade desde infância e hoje tem 28 anos. Outras duas filhas do autuado, 26 e 24 anos, também contaram ter sofrido abuso sexual por vários anos, uma delas inclusive tem um filho de 5 anos que seria filho de Francisco Francimar.
Segundo o Delegado Regional de Balsas, Dr. Fagno Vieira, o pai suspeito de estuprar as 4 filhas foi indiciado no artigo 148 do código penal, por cárcere privado. Artigo 217 por estupro de vulnerável e também responderá na justiça por crimes de estupros contra as 4 filhas.
Depois de preso o suspeito foi encaminhado para a unidade prisional de Balsas está a disposição da justiça.

4/26/2016

Não há mais indecisos e Dilma já está derrotada no Senado

É duro de admitir, mas Dilma já pode ir fazendo as malas
Carlos Newton
Bafejada pelo destino e protegida pelo apoio do então presidente Lula da Silva,  logo na primeira eleição de que participou, em 2010,  a candidata Dilma Rouseff conseguiu se tornar a primeira mulher a ser presidente da República, uma situação muito rara na política internacional, já registrada antes apenas com Isabelita Perón e Cristina Kirchner, na Argentina, e Benazir Bhutto, no Paquistão, que chegou a ser premier, mas não assumiu a presidência. Entre as três, apenas Benazir tinha importância política, quando estava no exílio, como sucessora do pai, o presidente Ali Bhutto, deposto e executado em 1979. Nas Filipinas, Imelda Marcos bem que tentou, mas só conseguiu ser deputada.
Essas situações são diferentes do que se passa no Brasil, porque Isabelita e Cristina herdaram a liderança política de seus maridos, os presidentes Juan Perón e Néstor Kirchner. No caso de Dilma Rousseff, foi o então presidente Lula que a escolheu e elegeu, para que não surgisse uma nova liderança do PT que ameaçasse sua hegemonia. na época, Lula estava convicto de que em 2014 ela lhe cederia a candidatura, mas deu tudo errado.
Dilma forçou a reeleição. Para tirar Lula da reta, ameaçou revelar informações confidenciais sobre Rosemary Noronha, amante de Lula e ex-chefe de Gabinete da Presidência da República em São Paulo. O resultado, todos sabem, é que Lula teve de apoiar a reeleição dela e o país mergulhou neste caos político, econômico e administrativo.
INIMIGOS DE DILMA
Na verdade, já faz tempo que a presidente Dilma Rousseff não governa, está totalmente empenhada apenas na infrutífera tentativa de continuar no poder, enquanto o país mergulha na mais grave crise econômica e social de sua História.
Não adianta chorar sobre o leite derramado, como dizia Ibrahim Sued. O fato concreto é que Dilma Vana Rousseff foi num desastre na Presidência e as investigações da Lava Jato praticamente destruíram a imagem de Lula, levando de roldão a base aliada e o PT. O impeachment já é uma realidade. A Câmara já aprovou, o Senado apenas vai ratificar.
Os assessores e áulicos que alimentam a presidente Dilma com falsas esperanças são os piores inimigos dela. Prometem que vão convencer senadores ou comprar os votos que faltam. Mas na verdade não há mais indecisos. Todos já sabem como votarão.
RACIOCÍNIO LÓGICO
Entre os 13 indecisos, sete são do PMDB, o partido que está assumindo o poder, e dois senadores estão filiados a partidos que fecharam questão pelo impeachment (PP e PTB). Além disso, sabe-se que Fernando Collor (PTC-AL) é voto certo contra Dilma. Com isso, chega-se a 58 votos, quando são necessários apenas 54 para a cassação do mandato da presidente, e ainda restariam três votos de sobra, a serem definidos, que podem aumentar ainda mais a diferença.
Quem permanece indeciso segue um raciocínio lógico. Teoricamente, ainda faltam sete meses para o afastamento definitivo de Dilma Rousseff. Se apoiarem Temer agora, a presidente Dilma se vingará demitindo todos os ocupantes de cargos comissionados que eles indicaram, incluindo parentes e amigos. Se esperarem Temer assumir no final de maio, poderão aderir a ele com a maior tranquilidade e solicitar que mantenha as indicações, o que Temer fará, atenciosamente. Simples assim.
NENHUMA CHANCE
Conforme já explicamos aqui na Tribuna da Internet, Dilma Rousseff não tem a menor chance de permanecer na Presidência. É uma perversidade o que seus assessores e aliados fazem, alimentando ilusões de que haverá uma reversão de expectativas e o contorcionista Lula conseguirá 28 votos de senadores para manter o mandato dela no julgamento final, daqui a sete meses.
Isso não existe. No final de maio, a presidente atual será afastada, o vice Michel Temer assumirá e o país se libertará da Era do PT. Dilma Rousseff ficará ilhada e humilhada no Palácio Alvorada, nunca mais poderá entrar no Planalto.
Esta realidade é imutável, pelo menos até que o Tribunal Superior Eleitoral determine também a cassação do mandato de Temer, o que pode acontecer no segundo semestre de 2017 ou no início de 2018. Mas o futuro a Deus pertence, como dizia Armando Falcão, que Roberto Marinho colocou no Ministério da Justiça no regime militar.
E até lá morreu Neves, como se dizia outrora. Com certeza, Dilma Rousseff estará fora do baralho para sempre, em companhia de Lula da Silva, que deverá ser condenado no processo da Lava Jato e se tornar ficha suja, caso o Tribunal Regional  Federal confirme a sentença. E com Temer ou sem ele, a vida política à moda brasileira há de continuar, cada vez mais surpreendente.

4/12/2016

O Mundo dá muitas voltas; Só agora o nome de Aluisio foi lembrado pra tentar salvar a candidatura de Benjamin

Ver.. Aluísio Sousa
AÇAILÂNDIA - O blog do Negão apurou, conversando com fontes ligadas ao "ninho  tucano", que logo após o fiasco que foi o encontro do PSDB no último sábado, onde foi lançada a pré candidatura de médico Benjamin de Oliveira, o ex prefeito Ildemar que disse em seu discurso ter entregue o "BASTÃO" pra Benjamin, teria deixado algumas determinações a serem cumpridas, a partir de agora. Dentre elas, a principal seria o médico correr atrás e fazer algumas articulações pra se trazer um nome de peso, que possa ser um bom vice pra compor sua possível chapa.  O nome mais cogitado naquele momento de acordo ainda com minha fonte,  seria do vereador Aluisio, ex aliado de Ildemar, e que agora é o principal articulador do grupo do prefeito Juscelino Oliveira. Aluísio foi sempre leal a Ildemar e sempre esperou uma chance  de mostrar nas urnas, o seu peso e seu potencial de votos em uma candidatura majoritária.

A MÁGOA........

Em 2010, ele contava como certo que o grupo do PSDB, naquele momento, iria lhes lançar como deputado estadual, uma vez que ele reunia todas as condições de ser o candidato do grupo, por sua capacidade, lealdade e sobre tudo, era o único que poderia ganhar uma vaga na assembléia legislativa e Açailândia ter um deputado. 
Aluísio, ainda chegou a viajar com Ildemar para São Luis, pra convenção do partido crente que seria ele o nome, e mais uma vez foi passado pra trás. Ou seja, o grupo preferiu não apoiar nenhum candidato a deputado estadual, mas não deu a chance que  Aluísio tanto sonhava.

MÁGOA 2.....

Veio a campanha de 2012 e Aluísio mais uma vez se preparou pra ser o candidato do grupo. Só que dessa vez, parecia que tudo ia dá certo. Todas as pesquisas que eram feitas por Ildemar, prefeito eleito na época, o nome do vereador estava sempre a frente, e seria naquele momento, por uma questão de lógica e sentimento de grupo, o nome certo pra disputar a eleição contra Gleide. 

Mais uma vez o TIOZÃO, teve seus sonhos frustados mesmo com quase 17% nas pesquisas contra apenas 3% de Élson Santos naquela época, o PSDB fez um inverso, lançou a candidatura de Elson a prefeito, e perdeu a eleição pra Gleide com quase 09 votos de diferença.











4/10/2016

A vida e as grandes lições do tempo



O tempo nos traz grandes lições de vida. O tempo passa e temos que usar isso a nosso favor, é na organização do tempo que achamos o segredo para tudo que fazemos ou pretendemos fazer. Neste caso, o passado e o futuro são apenas ilusões, podemos contar apenas com o tempo presente e é nele que vamos concretizar as nossas mudanças e realizações.

Agora é tempo de renovação, de novas esperanças. É possível ir em direção à luz. É possível ir em direção a uma nova primavera cheia de luz, de novos horizontes. Levante e eleve-se! 


É preciso aprender a viver apesar do tempo

Eu aprendi... que ignorar os fatos não os altera;

Eu aprendi... que quando você planeja se nivelar com alguém, apenas esta permitindo que essa pessoa continue a magoar você;

Eu aprendi... que o amor, e não o tempo, é que cura todas as feridas;

Eu aprendi... que ninguém é perfeito até que você se apaixone por essa pessoa;

Eu aprendi... que a vida é dura, mas eu sou mais ainda;

Eu aprendi... que as oportunidades nunca são perdidas; alguém vai aproveitar as que você perdeu.

Eu aprendi... que quando o ancoradouro se torna amargo a felicidade vai aportar em outro lugar;

Eu aprendi... que não posso escolher como me sinto, mas posso escolher o que fazer a respeito;

Eu aprendi... que todos querem viver no topo da montanha, mas toda felicidade e crescimento ocorrem quando você esta escalando-a;

Eu aprendi... que quanto menos tempo tenho, mais coisas consigo fazer. (H. Jackson Brown Jr)

A vida é uma grande escola e com o tempo vamos aprendendo a organizar as coisas, sempre no intuito do melhor e do conveniente.

A verdadeira medida de um homem não se vê na forma como se comporta em momentos de conforto e conveniência, mas em como se mantém em tempos de controvérsia e desafio. 

Aos poucos você percebe o que vale a pena, o que se deve guardar pro resto da vida, e o que nunca deveria ter entrado nela. Não tem como esconder a verdade, nem tem como enterrar o passado, o tempo sempre vai ser o melhor remédio, mas seus resultados nem sempre são imediatos.

O tempo é o único capital das pessoas que têm como fortuna apenas a sua inteligência.)


Abraços e muita paz e tenham todos um bom Domingo


4/08/2016

EX PREFEITO ILDEMAR, ANTECIPA A CAMPANHA, E DÁ O TOM DE COMO VAI SER A DISPUTA PARA VOLTAR O COMANDO DA CASA AMARELA

AÇAILÂNDIA - Pela primeira vez na história, se vê o grupo de Ildemar, com bastante preocupação com as eleições municipais desse ano. Em outras eleições anteriores, nesse mesmo periodo em que se antecede a campanha, ninguém tocava nem no assunto. Agora parece que a história é outra. O lider maior dos tucanos no município, talvez temendo algo que possa acontecer para atrapalhar seu projeto, que é de voltar a ter o comando da prefeitura, tomou logo a decisão de partir na frente na corrida eleitoral, começando em realizar  alguns encontros, como é desse que vai acontecer nesse final de semana para apresentar seu candidato, muito embora faltam  5 messes para o inicio da campanha. 

Esse que seria um grande encontro do PSDB, vem sendo divulgado em alguns veículos de comunicação como o maior ator politico ja realizado pelo o partido, marcado para este  sábado (09) as 9:00hrs da manha, no ginásio da igreja São Francisco, no centro da cidade. De acordo com o convite, estarão presentes importantes lideranças da região tocatina e do município. Esse encontro servirá para que seja apresentado o médico Benjamin de Oliveira, como pré candidato do partido.

Caso seja apresentado realmente Benjamin, como pré candidato do partido, um outro fato ainda mais marcante pode começar a mudar o ruma dessa campanha de forma antecipada. Isso por que existem algumas pessoas que são ligadas a Ildemar, mais que não "largam o osso", e continuam usufruindo da estrutura de governo Juscelino, e que agora terão que mostrar a cara. Ou seja, essas pessoas estão no se comportando da seguinte forma: "Com um olho no peixe e outro no gato".




4/02/2016

AS ÚLTIMAS DA POLITICA LOCAL: SAIBA TUDO NAS AS CUTUCADAS DO NEGÃO

O DESTINO DE SERGIO VIEIRA
O ex deputado e advogado Sergio Viera (PEM),  provavelmente deverá aderir a qualquer momento a candidatura do atual prefeito, Juscelino Oliveira. Segundo o próprio advogado, os dois já conversaram  muito sobre essa parceira, e tudo está se encaminhando, para que o  acordo seja fechado, visando inclusive as eleições futuras. É importante destacar, que existe um acordo na família  Vieira que, onde O ex deputado for, toda família vai junto.

(PMDB) UM SONHO QUE VIROU PESADELO
O PMDB de Açailândia virou a vedete do momento. Quase que todos os candidatos a prefeitos, estão desesperados atrás da sigla, que está mais difícil do que leite de "ONÇA". Na verdade, o negocio   não tá fácil tomar o partido  da ex Guerreira, a (mulher é dura de matar). O empresário Nelson Bragatto, ex aliado de Gleide, foi o ultimo a entrar no páreo e abocanhar o partido, mais esbarrou no presidente estadual senador João aberto, que bateu o pé, e disse que não vai trair sua aliada.

DURA NA QUEDA
 O Senador deve mesmo deixar o partido com ela, mais teria dito o seguinte: Caso  o (PMDB) não tenha candidatura própria, Gleide será obrigada a levar a sigla para dá apoio a candidatura de Jeová Alves,  indicando o vice, que  poderá ser seu próprio filho, Dennison Gigante. A intenção seria propagar o nome do rapaz para uma candidatura futura de deputado estadual em 2018.

NOS BRAÇOS DOS TUCANOS
Dr. Benjamin de Oliveira, depois de muita resistência, resolveu mesmo arriscar sua candidatura e se filiou ao (PSDB) de Ildemar, nos 45 minutos do segundo tempo. Embora sua assessoria negava, o blog já tinha adiantado na semana passada, que haveria essa condição feita pelo o líder maior dos tucanos, que teria confirmado apoio incondicional do partido, mais o medico precisava sair do (PRB), partido que o  acolheu e vinha lhe dando  notoriedade há bastante tempo.

NOVATOS COM CHANCE DE CHEGAR LÁ
Segundo levantamentos feitos por analistas políticos, levando em consideração a progressão de alguns nomes de diferentes partidos, alguns candidatos novatos que vão disputar a eleição, 07 deles,  vem se destacando na preferência popular, com  reais chances de assumir uma vaga na câmara municipal. São eles: Josivaldo Policarpo, Eliomar Laurindo, César Costa, Eulalia Dias do Norte, Caibim, Irmão Jorge e Joilson do Novo Bacabal.

4/01/2016

Juscelino Oliveira vence prêmio "Prefeito Empreendedor" realizado pelo Sebrae

O prefeito de Açailândia, Juscelino Oliveira, foi o vencedor do prêmio Prefeito Empreendedor, realizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas - Sebrae. O gestor ganhou em 1º lugar na categoria desburocratização. A entrega do importante prêmio ocorreu em São Luis, onde Juscelino Oliveira esteve presente acompanhado de seus principais assessores, sendo o Secretário de Indústria e Comércio, Cleones Oliveira, Fabrício Oliveira, Marly Alves e Sininger Vidal. 

Para o prefeito Juscelino Oliveira o prêmio conquistado não se trata de algo pessoal, mas de uma conquista que é fruto de muito trabalho. O gestor ressalta que em menos de um ano a frente do executivo estaria feliz se alcançasse o terceiro lugar, mas suas expectativas foram superadas e em meio a todos os 58 prefeitos que se inscreveram, o mesmo chegou as finais, Açailândia recebeu a visita dos técnicos e foi constatado que as medidas implantadas surtiram efeitos no desenvolvimento.  

Para a nona edição do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor, os participantes puderam se inscrever em Melhor Projeto Estadual – caso o trabalho em questão tivesse alto impacto na economia local e beneficiasse diretamente os pequenos negócios e/ou nos Destaques Temáticos, voltados para a Implementação e Institucionalização da Lei Geral da MPE, Compras Governamentais, Desburocratização e Formalização, Pequenos Negócios no Campo, Inovação e Sustentabilidade, Municípios Integrantes do G100 (os que possuem mais de 80 mil habitantes, baixa renda e vulnerabilidade socioeconômica) e Inclusão Produtiva com Segurança Sanitária.

O PSPE conta com o apoio da Confederação Nacional do Municípios (CNM), Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), Associação Brasileira de Municípios (ABM), Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa, Instituto Rui Barbosa (IRB), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Movimento Brasil Competitivo (MBC), Associação dos Tribunais de Contas (Atricon), Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República, Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação e Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.

Lista de vencedores

1º Prêmio/ Juscelino Oliveira - Açailândia
2º Prêmio/ Cicero Morais- Estreito
3º Prêmio/ Juran Carvalho- Presidente Dutra
4º Prêmio/ Jairo Madeira- João Lisboa
5º Prêmio/ Erik Costa - Barra do Corda
6º Prêmio/ Edivaldo Holanda Júnior- São Luis.
7º Prêmio/ Iracema Vale- Urbano Santos.