5/21/2014

"MUDAR PARA PIORAR" Gleide Santos muda o pagamento para Caixa Econômica e deixa os mais de 3 mil Servidores revoltados.


A maior preocupação dos mais de 3 mil funcionários, é que com a lentidão no 
atendimento da Caixa, eles vão demorar muito tempo para receber seus salários
Agencia de Açailandia sempre lotada

Açailândia - Agora sim a vida do povo de Açailândia, pode se transformar em um verdadeiro inferno, principalmente para aquelas   Mães de famílias pobres, que saem de casa de madrugada pra enfrentar longas filas para tirar o Bolsa Família dos filhos. A prefeita Gleide Santos, que desde que entrou na prefeitura vem transformando a cidade em um verdadeiro caus administrativo e politico, com seu jeito ditador de governar o município, resolveu ir agora mais além..... Esta semana eu fui procurado por vários funcionários da prefeitura todos revoltados com o fato da prefeita ter retirado o pagamento do Banco do Brasil e levado para uma outra agencia

O pagamento dos servidores do município que há muito tempo vinha sendo feito através do Banco do Brasil, agora foi levado de forma misteriosa para a Caixa Econômica Federal. Nesse caso, como tudo leva a crê que não houve um processo legitimo, uma investigação deverá ser feita não só pela Câmara de Vereadores, mais também pela a promotoria do município, pra saber se nessa transação houve transparência legal dentro das normas licitatórias. Fontes de dentro da própria agencia, me revelaram que em uma transação como essa envolvendo uma instituição financeira e prefeitura, o montante a ser pago pela agencia para gerir a folha de pagamento pode  girar em torno de mais de 3 milhões, valor pago na hora na assinatura do contrato.


Em caso como esse, é necessário um processo licitatório abre-se um edital, e a instituição que oferecer o maior lance, tem direito de gerenciar a folha de pagamento que após esse processo feito a prefeita terá que ainda levar para ser apreciada na Câmara municipal, para que os vereadores possam apreciarem, o que parece que não aconteceu dessa vez.