3/04/2015

Eleição do concelho tutelar de Açailândia pode ser fraudada por grupo monopolista

A rede de proteção do direito da criança e do adolescente em Açailândia vem sendo monopolizado há décadas por meia dúzia de pessoas que por anos a fio traçando estratégias para manipular as eleições e permanecer indefinidamente nos cargos seja pelo salario, seja pelo poder de manipulação politico.
Mais uma vez este grupo liderado pelo pelo Ex-Assessor do Conselho, Raimundo Rodrigues e pelo presidente do COMUCAA Ismael Martins, tenta aprovar uma resolução esdrúxula e ilegal já que fere a legislação municipal e nacional, com regras que favorecem suas eleições e a manutenção de seus bons salários, entre as regras querem voltar a montar chapa em substituição à candidatura avulsa isto favorece os profissionais do direito da criança, pessoas que vivem profissionalmente do salario que conseguem com os cargos na rede de proteção da criança e adolescente.
É preciso que o Ministério Público tome medidas para garantir uma eleição limpa transparente, onde todo e qualquer cidadão com direitos políticos possam votar e ser votado, e que a vontade do voto direto e secreto seja garantido, evitando assim subterfúgios, como antiguidade na função, exames de legislação ou qualquer método subjetivo de avaliação.


1 comentários:

Postar um comentário