7/03/2012

Juscelino Oliveira desmente boato de que estaria deixando o “GRUPÃO” para apoiar candidato de Ildemar.

juscelino_thumb[1].jpgpsc
Açailândia – No momento em que surgiu o boato de que o único vereador de oposição em Açailândia, Juscelino Oliveira (PP) estaria deixando o “Grupão” para se aliar ao grupo do prefeito Ildemar Gonçalves, o presidente do diretório municipal do Partido Progressista estava exatamente na casa da candidata escolhida na Convenção de sábado passado (30), Gleide Santos (PMDB), tratando exclusivamente das composições que precisam ser feitas nas eleições proporcionais para o registro das candidaturas dos vereadores do Grupão e as primeiras estratégias de campanha após o registro da candidatura majoritária.
Além de está lá também para esclarecer sobre a resolução baixada pelo PP de que o partido não vai para as eleições com candidatos “sub judice” e reafirmou o compromisso do diretório municipal de Açailândia firmado desde a construção do “Grupão de Oposição” até o dia de hoje.
Juscelino, ao telefone, confirmou ao Blog que, em todas as eleições sempre há algumas divergências entres os diretórios municipais e os regionais, isso envolvendo todos os partidos; e com relação ao PP não é diferente, mas que tem mantido contato direto tanto com o presidente regional, deputado federal Waldir Maranhão, quanto com o secretário geral Amilton, e as conversações continuam na mesma animosidade. “Só pra se ter uma idéia, a notícia postada no Blog do meu amigo Antonio Marcos fala que também sou representante do PR em Açailândia, o que não é verdade”, afirmou Juscelino.
Segundo Juscelino, o que é importante esclarecer é que tanto o PR como o PP baixaram resolução em que determina aos diretórios municipais de não fazer coligação com nenhum partido que teime em lançar candidatos que possa estar enquadrados na Lei Complementar 135/2010, a Lei da Ficha Limpa; mas em nenhum momento os partidos recomendaram que essas siglas façam acordo com o candidato do grupo do prefeito Ildemar Gonçalves, mesmo porque, tanto o PP como o PR são da base do Governadora Roseana Sarney que é oposição ferrenha ao PSDB do prefeito de Açailândia.
O bem da verdade é que essas decisões partidárias estão ocorrendo em um verdadeiro efeito dominó entre todas as siglas; seguindo também orientação da própria Justiça Eleitoral de que os partidos passem a selecionar seus candidatos, bem como, o próprio eleitor saiba escolher seus governantes de forma clara e transparente, ou seja, escolha um candidato “Ficha Limpa” e vote nele.
O ministro Gilmar Mendes em entrevista ao Jornal Folha de São Paulo, foi taxativo ao falar sobre a Lei da Ficha Limpa e disse": “quem quiser concorrer às eleições municipais “sub judice”, pode concorrer, se conseguir uma liminar, mas vai ganhar a eleição e entregar para o segundo colocado.
As resoluções são muito claras ao tratar do assunto, e cada partido tem o seu estatuto independente e como secretário geral do diretório municipal do PP em Açailândia desconheço as afirmativas do blogueiro Antonio Marcos de que onde o PR está o PP também tem que está. As inverdades ou são propositais no intuito de deixar o eleitor cada vez mais baratinado ou é buscando agradar seus patrões. O eleitor ao ler abaixo a resolução do PR jamais irá identificar as assertivas feitas pelo blogueiro de que os partidos estariam migrando para os braços de Ildemar, como fez quase toda a imprensa de Açailândia.
Veja abaixo:
RESOLU~1