3/07/2012

Prostitutas pedem legalização da profissão

 
As ruas de Nairobi, capital do Quênia, foram tomadas por manifestantes que protestam a favor da legalização da prostituição no país. Todos os integrantes do movimento ostentavam máscaras para esconder seus rostos. 

No Quênia, a prostituição não é reconhecida como uma prática legal. Diante da repressão imposta pelo governo local, homens e mulheres prostitutas marcharam em busca do direito de exercer sua profissão. 

Os manifestantes portavam cartazes com dizeres “meu corpo, meu negócio” e “direitos de trabalhadores do sexo são direitos humanos”. Além disso, guarda-chuvas e camisetas vermelhas usadas pelos membros da passeata serviam para representar a categoria