10/14/2013

Bancários do Maranhão decidem hoje se a greve continua

greve-correios-ae-62Às 18h desta segunda-feira (14) os trabalhadores vão está reunidos nasede do Sindicato dos Bancário do Maranhão, para mais uma assembleia para discutir os rumos do movimento e se continua ou não no estado, segundo informações da assessoria de comunicação do orgão.
greve que já dura 26 dias está prejudicando o comércio e quem pretende realizar transações bancários que não são feitas nos caixas eletrônicos.
Na sexat-feira (11) a Fenabran apresentou propostas para a categoria, mas o sindicato rejeitou.
A proposta da Fenaban
Em resumo, a Fenaban oferece reajuste de 8% para salários e benefícios e de 8,5% para o piso salarial. A regra da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) continua a mesma do ano passado, com reajuste ínfimo.
A nova proposta da Fenaban inclui ainda três novas cláusulas: proibição de os bancos enviarem SMS aos bancários cobrando resultados, abono-assiduidade de um dia por ano e adesão ao programa de vale-cultura do governo (para alguns bancários), no valor de R$ 50,00 por mês.
Na visão do SEEB-MA, tais cláusulas não representam avanços significativos para a categoria, ao contrário do que prega a Contraf-CUT.
Horas paradas
Sobre as horas paradas na greve, a Fenaban recuou e aceitou compensar, no máximo, uma hora extra diária, de segunda a sexta-feira, até 15 de dezembro. Vale ressaltar que as horas não compensadas serão abonadas.
A greve
Os bancários deflagraram a greve nacional no dia 19 de setembro, depois de rejeitarem a proposta anterior dos bancos, de 6,1% de reajuste sobre todas as verbas salariais. (Oimparcial)