12/20/2014

Açailândia: Prefeita Gleide Santos não cumpre ordem judicial e município é penalizado.

Situação do Matadouro de Açailândia
Açailândia - É inadmissível, você ver um dos municípios, mas prospero e rico do estado do Maranhão ser “arrasado” por uma administração cruel perversa e inoperante, que não consegue resolver os problemas, mas simples do município, como por exemplo, o transporte público e a questão da saúde pública.

É inadmissível, você ver a atual gestora do município, ser acusada de usar maquina da prefeitura  em sua propriedade particular, e mesmo com todas as provas comprobatória, nada seja feito para punir tal crime.

A prefeita Gleide Santos vem demostrado a todo o momento, que não tem a mínima competência para conduzir os destinos desse importante município, por outro lado, temos que aplaudi-la quando se trata de “enfrentamento” aos poderes constituídos- diga se câmara municipal e justiça, pois a mesma tem “desdenhada” de ambas, e passa a todo o momento seu “rolo compressor” e certo da impunidade, vai “destruindo” o pouco que ainda resta do município de Açailândia.

As atrocidades supostamente praticadas pela administração da prefeita Gleide Santos não param por ai, a todo o momento surge novas denuncias, que vão desde descumprimento de ordem judicias, a perseguições a seus opositores, e principalmente aos trabalhadores que lutam como podem para sobreviver.

Enquanto o município é penalizado há vários meses sem transporte público, a prefeita como sempre descumpre ordem judicial, e prefere onerar os cofres públicos pagando pesadas multas, que estão saindo do bolso do cidadão.

Parece até que a chefe do executivo “odeia” pobre, se no passado a mesma já perseguia os feirantes e vendedores de comida das imediações do mercado municipal, quando a mesma esteve prefeita da cidade em um mandato tampão, a mesma cena se repete agora nesse segundo mandato.

Recentemente por ordem da prefeita, foram retirado na base da força e truculência os vendedores de peixe e de frutas das imediações do mercado municipal, isso da a entender que a chefa do executivo não suporta os trabalhadores informais.

O que a população não entende, é o fato que mesmo diante de tantas aberrações e descumprimentos de ordem judiciais, a prefeita ainda se mantem no poder, será que tais crimes praticados, se fossem com o cidadão comum, já não haveria tido severas punições?

Há cerca de seis meses, o ministério público deu prazo para que a prefeita colocasse em funcionamento o novo matadouro municipal, construído  na BR 010, como sempre, Gleide Santos não cumpriu as determinações, o que culminou com o fechamento do antigo matadouro por não ter as mínimas condições de higiene para funcionar.

Em varias parte do Brasil, politico tem sidos punidos até mesmo com a perda de mandato por crimes bem menos leves, e será por que só em Açailândia nada acontece? Será o que estar acontecendo nos bastidores para que a prefeita Gleide Santos continue intocável.


Enquanto a população e prejudicada com uma das piores administrações que o município de Açailândia já teve, a vida segue seu rumo sem destino certo, é como se não existisse no município câmara de vereadores e muitos menos justiça.


Fonte; Maranhão de fato