10/11/2012

Onda de demissões após derrota de Elson Santos chega a Assessoria de Comunicação, Railda Ramos não é mais assessora



Após a derrota de Élson Santos teve inicio uma grave crise que deixou o grupo de Ildemar Gonçalves totalmente aos pedaços, após ouvir de vários lideres do grupo que a culpa da derrota foi da rejeição de Élson,  Ildemar ainda teve que engolir o racha que está sofrendo seu já esfacelado grupo.

Como já era de se esperar, uma onda de demissões e a paralisação de varias obras eleitoreiras começou logo na segunda feira após a eleição, vários contratados foram demitidos, o vice prefeito disse para dos funcionários que questionaram os motivos da demissões que, era por causa de uma enxuga que eles precisavam fazer no quadro funcional do município.

Assessoria sem assessor
Após demitir vários contratados e comissionados, foi a vez de começar a limpa no primeiro escalão do governo e a primeira que recebeu a sentença foi a Assessora de Comunicação Railda Ramos, de acordo com informações do gabinete do executivo, a ex-assessora Maria do Carmo deve reassumir a equipe para os últimos três meses de governo de Ildemar, ela deve tomar posse na segunda feira.

Revolta
A turma da TV Difusora não ficou nada satisfeita com a demissão de Raildo, segundo alguns funcionários, o prefeito apenas usou a emissora a seu favor durante as eleições e depois abandonou sem ao menos compensar os funcionários com algum bônus pela campanha, alguns tiveram que vestir a camisa do candidato do prefeito, por isso a revolta é ainda maior.

O primeiro a ir pra degola nessa onda foi o radialista Marcone Soares, segundo fontes do governo, ele foi demitido após receber ordens para ir ao ar na Radio Marconi e dizer que a prefeita Eleita Gleide Santos havia desistido de sua candidatura, fato ocorrido na véspera da eleição, isso gerou a indignação de juízes e promotores que agiram rápido e obrigaram a emissora a emitir uma nota desmentindo o fato, após isso Marconi teria sido demitido sumariamente pela própria direção da Rádio que não teria autorizado ele dar a informação sem nenhum prova “cabal”.

Vamos ver agora quais serão as próximas peças a serem descartadas no tabuleiro falido do PSDB.

Postado por Gilberto Freire


0 comentários:

Postar um comentário