8/15/2011


Vale expõe poeira e descaso na 4ª Exporaçai

É flagrante o desrespeito que a direção da VALEDSC08396 tem para com a população Maranhense, notadamente a de Açailândia, Onde se encontra o mais importante entroncamento ferroviário Brasleiro, de duas ferrovias da Vale ligando a Norte Sul a ferrovia Carajás, em cuja cidade a Vale teve um estande disponibilizado para que ela fizesse como todas as grandes empresas da cidade e região fez, expor seus produtos seus serviços ou até fazer um exposição do seu passivo ou ativo social e ambiental, o que não aconteceu.
A Ale deixou uma lacuna enorme na área institucional de Exporaçai, deixando seu estande abandonado apesar de identificado com a marca da empresa, todos que por ele passavam faziam questão de parar DSC08397a fim de admirar como uma das maiores multinacionais do pais pode ter um estande em uma feira expondo poeira e descaso.
O mesmo tratamento não foi dado no para já que da exposição de marabá o melhor e um dos mais movimentados estandes, era o da Vale, que tem dado tratamento similar as questões sócias sempre privilegiando o Para, principalmente as cidades de parauopebas e Marabá, que recebem vultosos investimentos a titulo de compensação social e ambiental, já no maranhão só o que fica é a poeira de minério de ferro degradação ambiental e descaso como o demonstrado na 4ª Exporaçai.DSC08398
É preciso que as autoridades locais facão movimentos que demonstre de forma estadual e até nacional a traves do deputado federal Helio santos a insatisfação do tratamento desigual e excludente que a Vale tem para com os município atingidos por ela no maranhão, em relação ao para por exemplo.