3/27/2015

Prefeita de Açailândia comemora vitória antecipada no Tribunal de Justiça


gleide-santos
Prefeita Gleide Lima Santos (PMDB)
Na noite de ontem, quarta-feira(25), no “Requinte Drinks” em Açailândia (MA), assessores de comunicação da Prefeita Municipal, festejaram mais uma vitória da grande “Guerreira” Gleide Lima Santos (PMDB).
O motivo de tanta felicidade foi (será) o julgamento de mais uma Apelação recorrida ao TJ/MA, contra a decisão do Juiz da 1ª Vara, Dr. Ângelo Antonio Alencar dos Santos, que já sentenciou por duas vezes pela perda do cargo de prefeita de Açailândia e suspensão dos direitos políticos por cinco anos. – O curioso é que o julgamento da Apelação só acontecerá amanhã, 27 de março de 2015. A mesma branda aos cantos da cidade que esse julgamento não vai dá em nada e que já estaria tudo “acertado” no tribunal.
Segundo fontes colhidas pelo titular do blog já tem inclusive uma festa armada na fazenda Copacabana de sua propriedade.
Entenda o caso
Das várias outras Ações Civis Públicas existentes na Comarca de Açailândia, ajuizadas pelo Ministério Público do Maranhão, contra a prefeita do município, Gleide Lima Santos, por improbidade administrativa, em duas delas, a justiça decidiu perda do cargo de prefeita e suspensão dos direitos políticos por cinco anos. Além da perda da função e da suspensão dos direitos políticos, Gleide Santos será obrigada a pagar multa civil no valor equivalente a 10 vezes a remuneração percebida à época dos fatos, atualizada monetariamente, a ser revertida em favos do Município de Açailândia e outras penalidades.
Em junho do ano passado, Gleide Santos recorreu das duas decisões. A primeira Apelação, através do Processo nº 277832014, julgado em (04/12/2014) pela Terceira Câmara Civil, por votação unânime deu provimento ao recurso, nos termos do voto do Desembargador Jamil Gedeon. Na Segunda Apelação, Processo nº 263942014, o julgamento já foi adiado por três vezes e deverá ser julgado pela Quinta Câmara Civil, tendo como Relator o Desembargador, Dr. Ricardo Dualibe.
Vamos aguardar pra vê ! Abre o olho CNJ
Fonte: blog Domingos Costa