8/11/2014

" AÇAILÂNDIA" Uma Cidade a Deriva a Caminho do Caos

Açailândia Ma
Açailândia - Será que estamos vivendo à deriva nesta cidades comandas por   malucos? O município hoje se tornou um grande barco sem leme, tudo parece sem sentido, sem rumo administrativamente, sem lógica, sem paz, sem amor e sem fé. Acho que não foi a nossa cidade que piorou, foi a prefeita que perdeu a razão e o respeito para com seu povo, mais o barco continua firme, mas ela, perdeu o leme.
Atualmente estamos passando por momentos de muita indignação com os vários acontecimentos tiranos e injustos que estão acontecendo em todo o nosso município.  Parece que a  nossa cidade está à beira da falência, impera a intolerância, a injustiça, o preconceito, a hipocrisia, a covardia, a crueldade e a falta de amor. Será que perdemos o verdadeiro sentido de poder ter uma cidade melhor que possamos viver em total em harmonia? Infelizmente, parece que estamos vivendo em uma cidade comandada por   malucos procurando o caos.

O verdadeiro guerreiro.

Olhai o mundo de injustiças e sofrimento ao redor. Talvez você já nem consiga fazer isso, ante a própria dor que sente.
Todo mundo sofre. E alguns sofrem insuportavelmente, até a morte. 
Não, nem o mundo nem a vida são um mar de rosas. É preciso ter muita garra e disposição para enfrentar não só a miséria, a violência ou as doenças e tragédias que nos acometem. É preciso postar-se como um guerreiro em todas as situações, mas principalmente contra a falta de Amor, contra a Indiferença, a Ambição e a Deslealdade de muitos que estão no poder, sem se importar com o povo.
É preciso ir à Guerra ciente de que não é apenas a espada, a armadura, o escudo e a lança que fazem o guerreiro, mas, sobretudo, a Paixão pela sua cidade que está impedida de trazer melhorias ao seu povo. 
São, portanto, as principais armas de um guerreiro, seu coração e sua alma, coisas que ele precisará pôr em tudo, pois esta administração que ai está,  ainda pensa muito individualmente e quase nada coletivamente. 
E para este pensamento mudar, será preciso que muitos guerreiros se unam na difícil tarefa de conseguir oferecer uma rosa para aquele que lhe fere o peito. Ou seja! livrar nosso município, da maior catástrofe administrativa de todos os tempos.

Não podemos deixar de sonhar.

A sua cidade tem o tamanho dos nossos sonhos.
Se nossos sonhos são pequenos, nossa visão será pequena, nossas metas serão limitadas, nossos alvos serão diminutos, nossa estrada será estreita, nossa capacidade de suportar as tormentas será frágil. Os sonhos regam a existência com sentido.
Se seus sonhos são frágeis, sua comida não terá sabor, suas primaveras não terão flores, suas manhãs não terão orvalho, sua emoção não terá romance. A presença dos sonhos transforma os miseráveis em reis, faz dos idosos, jovens, e a ausência deles transforma milionários em mendigos faz dos jovens, idosos. Os sonhos trazem saúde para a emoção, equipam o frágil para ser autor da sua história, fazem os tímidos terem golpes de ousadia e os derrotados serem construtores de oportunidades.
Sonhe e lute. Chegou a hora de colocar tudo isso na pratica e tirar nossa cidade desse CAOS, para que possamos viver bem melhor ao lado de nossas famílias.

Que Deus olhe por nós!



0 comentários:

Postar um comentário