10/21/2015

Itinga do Maranhão terá Posto Avançado do Ministério do Trabalho para emissão de Carteira Digital.

João Neto, Vete Botelho e Luis F. Pinto
Diante da grande procura para a aquisição da Carteira de Trabalho, a prefeita Vete está viabilizando junto ao Ministério do Trabalho em Imperatriz a implantação de um posto avançado do órgão em Itinga do Maranhão para suprir a demanda.

Na manhã dessa terça-feira (20), ela recebeu em seu gabinete representantes do MT Regional de Imperatriz, Luís Fernando Pinto e João Neto para tratar sobre o assunto. Vale ressaltar, que o posto do MTE em Itinga fará emissão da Carteira de Trabalho Digital com o objetivo de agilizar a vida do trabalhador.

O novo sistema da carteira de Trabalho Digital garante agilidade na emissão do documento e só é possível graças à integração do sistema de emissão com o sistema de validação do PIS na Caixa Econômica Federal. O sistema diminui o tempo de emissão de registro trabalhista de até 30 dias para pouco mais de 20 minutos. Essa conexão é que permite que o documento seja entregue ao trabalhador no ato da requisição. O cidadão poderá também realizar o agendamento eletrônico para solicitar o documento. 

Essa foi uma das principais conquistas do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) em benefício do trabalhador brasileiro ao lançar a Carteira de Trabalho Digital. Os primeiros testes com o novo sistema de emissão do documento aconteceram em 2014, e viraram realidade a partir de novembro do mesmo ano, quando muitos estados passaram receber os equipamentos para emitir o novo formato da Carteira.

Com a integração entre bancos de dados do Governo Federal – que, além do PIS, reúne outros dados trabalhistas e previdenciários –, o cidadão tem suas informações cruzadas e analisadas no ato da solicitação da carteira. Pelo novo sistema é possível saber se o cidadão possui, por exemplo, outros documentos ativos, número de PIS anterior ou se está recebendo benefícios federais. A possibilidade de validação on-line de dados nacionais em tempo real também ajuda a combater fraudes envolvendo concessão irregular de benefícios trabalhistas, por exemplo.

“Esse é o documento mais importante do cidadão brasileiro, que agora pode ser entregue na hora ao trabalhador, sem que ele tenha que esperar mais do que o tempo necessário para inclusão dos dados no sistema, é um grande para o trabalhador, que já não precisa mais correr atrás das empresas que trabalhou para comprovar seus empregos anteriores, já que o MTE dispõe de um banco de dados com todo o histórico do trabalhador. Fico muito feliz por em breve podermos proporcionar essa comunidade aos nossos trabalhadores” – disse a prefeita Vete.

Outra vantagem da CTPS Digital é que o novo processo também torna o documento 100% gratuito, já que o trabalhador não necessita mais desembolsar pelo valor da foto do registro – o retrato digital é tirado durante a requisição do documento.

O trabalhador que já tem a Carteira de Trabalho convencional não precisa se deslocar até as agências do MTE para emitir um novo documento. A antiga permanece válida. Somente no caso de uma segunda via ou da emissão da primeira via é que ocorre a impressão e validação pelo novo sistema. Portal Veras.

0 comentários:

Postar um comentário